Rue Catinat

8.3.05

 

O Ajudante

Com os pés mornos na cabine recorto a lua
num vidro do camião em viagem
Para além da fixidez sem pálpebras
dos faróis europeus
um tambor desembainha das sombras
as aldeias

onde já chego como a ilhas habitáveis
a que subisse
vindo por rios de outrora
que espumavam dentro do meu sono nas esteiras

[Sebastião Alba, O Ritmo do Presságio]

Comments: Enviar um comentário



<< Home

Archives

Março 2005   Abril 2005  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?