Rue Catinat

10.3.05

 

Continuando

Hoje
aromas chamanculos
politizam os fogões
da polana

("Primeiro aniversário", 1977)


Eh, todos aí
vamos deslobolar este país

("Discurso Novo da Mulher", 1978)


Cumprem regulosamente
a espia sobre as nossas aspirações
e chamam analfabetos
aos nossos gostos e opiniões

São redondamente regulosos
os régulos
do carimbo

(1978)


(Ao Miguéis [Lopes Junior?])

Os semi-utópicos que trazemos no peito
aqui no lado esquerdo do trump-trump da vida
e dos vulcões
Este arsenal de guerra parado
à espera
nos discursos da nossa vontade
apenas semidita
Mas olha
não dura muito o lobolo do compromisso
nas verdades intuídas pela paixão.

Eh! escravos do slogan,
respeito.
Há sangue nosso na estrada

(1977)

[Carlos Cardoso, Directo ao Assunto]

Comments:
I have been looking for sites like this for a long time. Thank you! »
 
Enviar um comentário



<< Home

Archives

Março 2005   Abril 2005  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?